Mais consultores e projetos especiais


Nos últimos meses, os escritórios da Specialisterne em São Paulo, Barcelona e Madri (que fazem parte da Specialisterne Espanha e América Latina) contrataram 20 novos consultores. Hoje já temos criados 10 postos de trabalho no Brasil. Na Espanha, onde começamos as nossas operações há três anos, já temos 45 consultores e 10 pessoas com TEA a mais que foram treinadas pela Specialisterne e que foram contratadas pelos clientes da Specialisterne. Então, depois de 3 anos temos 65 pessoas com TEA treinadas e trabalhando.

Esta em si é uma boa notícia para todos, porque faz parte do nosso objetivo de apoiar a inclusão laboral de pessoas com autismo e Asperger. Mas ainda mais interessante nos últimos meses é a variedade e tipo de novos projetos que estamos começando.

A Specialisterne nasceu com os testes de software, e mais tarde adicionou o tratamento de dados e documentos. Mas sempre procuramos outras tarefas que pensamos que as pessoas com TEA podem fazer de forma brilhante ou, pelo menos, outros tipos de testes de software e de tratamentos de dados.

Assim, em São Paulo, temos um primeiro projeto de análise de dados/big data para uma grande entidade financeira. Para poder acometer este projeto, fizemos uma formação adicional em estatística além dos cinco meses de formação comum. Este é o nosso primeiro projeto de big data, e esperamos ter algum outro em breve.

Em todo mundo iniciamos diversos projetos inovadores. Por exemplo, dois consultores estão fazendo, também por primeira vez, teste de videogames, e demonstrando uma grande capacidade para detectar todos os tipos de erros e falhas menores. Esta primeira experiência abre a porta para futuros projetos  num setor que está crescendo muito.

Também estamos realizando um teste de um novo software de segurança pela Safelayer, fabricante de infraestrutura de chave pública. O setor da segurança informática está ganhando peso ano após ano, e a Specialisterne já havia demonstrado a adequação dos nossos consultores para executar tarefas altamente especializadas neste campo, como a informática forense que fazemos para a empresa Incide.

Um pouco mais curioso é o projeto que fazemos para a empresa Verbio. Vários consultores na estão realizando tarefas de transcrição de conversas onde podem aproveitar sua perseverança e rigor para capturar todos os detalhes dessas conversas.

E também curioso e visual é o projeto para a Ficosa, um grupo multinacional dedicado a sistemas e componentes para a indústria da automação. Consultores da Specialisterne iniciaram um projeto de visualização e rotulagem de gravações de vídeo feitas a partir de veículos, a fim de verificar o bom funcionamento de vários sensores.

Finalmente, um dos nossos consultores de Madri foi incorporado na própria área de marketing da Specialisterne, apoiando os nossos esforços para procurar informações e contribuir na replicação do modelo da Specialisterne na América Latina.

Com os clientes atuais e os novos parceiros no Brasil, esperamos iniciar 2017 com a contratação de 10 consultores extras em São Paulo e São Leopoldo.

No fim de novembro começamos um curso de formação em São Leopoldo e no mês de janeiro outro no escritório de São Paulo. E no próximo sábado 26 fazemos uma Jornada de apresentação do nosso modelo de inserção de pessoas com TEA no mercado de trabalho.

Casos reais

Somos avaliados em satisfação pelos nossos clientes com um valor de 4,4 em uma escala de 1 a 5. Leia casos como os da IHFood, GlobalConnect e TDC para conhecer os serviços de TI que proporcionamos.

Clique aqui para ver os nossos casos.

Clique aqui para ver o caso da SAP.

Fale Conosco

A nossa prioridade é divulgar o valor da Specialisterne e o nosso objetivo de contribuir para a criação de um milhão de postos de trabalho para pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo e desafios similares. Siga-nos no Facebook, LinkedIn ou Twitter.