Os benefícios da neurodiversidade


A publicação Working Knowledge, da Harvard Business School, há pouco tempo, publicou o artigo “Neurodiversity: The Benefits of Recruiting Employees with Cognitive Disabilities”, onde expõe como cada vez mais emprersas abraçam a neurodiversidade e, mais especificamente, a integração de pessoas portadoras de TEA.

O artigo faz referência, por sua vez, a outra publicação recente, de um estudo de caso,  SAP SE: Autism at Work, que explica detalhadamente o programa de diversidade da SAP.

Segundo o professor Robert D. Austin, coautor do caso, “uma das coisa que historicamente temos feito na gestão de recursos humanos, é pedir às pessoas que suprimam nelas mesmas as partes que têm formas irregulares, e mais, que se encaixem em papéis predefinidos. A SAP está se questionando se este não é o modo errado de fazer as coisas na economia de inovação. Os gestores, no desempenho de suas funções, talvez devessem trabalhar duro para encaixar todas as peças do quebra-cabeça e convidar as pessoas a trazer ao trabalho, tudo o que são”.

A SAP já contratou mais de 100 pessoas portadoras de TEA e definiu como objetivo incorporar, até 2020, 1% de pessoas com este diagnóstico em sua força de trabalho. A SAP, junto à HP, são dois bons exemplos de empresas de TI que apostam na integração de portadores de TEA e estiveram recentemente na ONU para apresentar os resultados.

Neste sentido, Austin acrescentou que “inovar consiste em encontrar ideias que fogem dos parâmetros normais. Talvez sejam os lados das pessoas que pedimos que deixem de lado, provavelmente os que produzem as maiores inovações”.

Casos reais

Somos avaliados em satisfação pelos nossos clientes com um valor de 4,4 em uma escala de 1 a 5. Leia casos como os da IHFood, GlobalConnect e TDC para conhecer os serviços de TI que proporcionamos.

Clique aqui para ver os nossos casos.

Clique aqui para ver o caso da SAP.

Fale Conosco

A nossa prioridade é divulgar o valor da Specialisterne e o nosso objetivo de contribuir para a criação de um milhão de postos de trabalho para pessoas com autismo e desafios similares. Siga-nos no Facebook, LinkedIn ou Twitter.