100 profissionais com TEA que já trabalham na SAP


Já se passaram quase três anos desde que o programa Autism at work, iniciativa da multinacional de software SAP em colaboração com a Specialisterne, começou a evoluir. O resultado: mais de 100 pessoas com TEA empregadas pela SAP em todo o mundo. E a  cifra ainda tem que crescer, porque a SAP, atualmente com 77.000 funcionários, objetiva que, em 2020, 1% da sua força de trabalho seja de pessoas com TEA.

Os mais de 100 empregados com TEA contratados pela SAP já estão trabalhando em 16 diferentes funções em 10 dos muitos escritórios que a empresa espalhou por todo o mundo. Essas funções incluem não somente os  testes de software, mas também o desenvolvimento, suporte técnico, gerenciamento de sistemas e redes, desenho ou dados gráficos de análise, entre outros.

Estes e outros detalhes do programa foram apresentados no dia 23 de março, em Newton Square, EUA, por ocasião do evento Autism at Work Summit, quando a HP e a Microsoft, dois gigantes da indústria de computadores com a qual a Specialisterne colabora, também explicaram as suas experiências com a contratação de pessoas com TEA.

A SAP enxerga esses três primeiros anos como a fase de projetos piloto, de aprendizagem. E avalia os próximos anos como as fases de melhoria de processos e maturação, e que precisa deixar a inclusão de pessoas com TEA como um programa especial da empresa, já estando integrado nos seus processos padrão na área de Recursos Humanos.

Casos reais

Somos avaliados em satisfação pelos nossos clientes com um valor de 4,4 em uma escala de 1 a 5. Leia casos como os da IHFood, GlobalConnect e TDC para conhecer os serviços de TI que proporcionamos.

Clique aqui para ver os nossos casos.

Clique aqui para ver o caso da SAP.

Fale Conosco

A nossa prioridade é divulgar o valor da Specialisterne e o nosso objetivo de contribuir para a criação de um milhão de postos de trabalho para pessoas com autismo e desafios similares. Siga-nos no Facebook, LinkedIn ou Twitter.